Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1444
Title: Avaliação do crescimento com sistemas de aleitamento automáticos
Authors: Paço, Susete Martins do
Advisor: Cerqueira, Joaquim Orlando Lima
Keywords: Alimentador automático;Vitelos;Desmame;Peso e ganho médio diário;Automatic feeder;Calves;Weaning;Weight and average daily gain
Issue Date: 29-Jan-2015
Abstract: Na produção de leite da Europa verificou-se um aumento do uso de alimentadores automáticos de leite para vitelos ao longo dos anos. Este sistema permite ajustar a quantidade de leite à idade dos vitelos, sendo administrado em pequenas quantidades assemelhando-se à alimentação natural. O objetivo deste trabalho consistiu na avaliação do crescimento dos vitelos, bem como dos parâmetros fornecidos pelo alimentador. A componente prática foi realizada em 5 explorações da região de Entre Douro e Minho, com alimentador automático, entre janeiro e maio de 2014. Procedeu-se à recolha do perímetro torácico (PT) em 384 vitelos, sendo o peso vivo obtido através da fórmula de Garcia et al. (2009). Os dados relativos à quantidade ingerida, velocidade de sucção, frequência de visitas, intervalo entre visitas, hora de visita, falhas e idade ao desmame foram recolhidos através do alimentador automático. Para o tratamento estatístico utilizaram-se os programas Excel 2010 e SPSS versão 22, tendo-se determinado o efeito dos diferentes parâmetros através do modelo ANOVA e testes de comparação de médias Tuckey, procedendo-se também à análise de componentes principais. O peso médio dos vitelos no início do período de aleitamento foi de 57,8±3,6 kg e a quantidade de leite de substituição ingerida cifrou-se em 42,3±8,1 kg durante o aleitamento. Este valor foi superior nas explorações leiteiras (47,2 kg) relativamente às explorações de engorda (35,1 kg). Observaram-se diferenças significativas (p<0,001) na quantidade de leite ingerido variando entre 4,2 l e 4,9 l. A exploração com maior frequência de visitas (25,4±13,1) apresentou menor número de falhas (0,8±1,9) e maior velocidade de sucção (0,4±0,1 kg/min). O peso médio dos vitelos ao desmame foi de 96,9±10,9 kg, tendo sido mais elevado nas explorações leiteiras destacando-se a exploração C com 141,9 kg, comparativamente à exploração de engorda E com 98,8 kg. O GMD do período de aleitamento foi de 0,786±0,113 kg, com diferenças (p<0,001) entre todas as explorações, tendo oscilado entre 0,663 kg e 0,961 kg/dia. Encontrou-se efeito (p<0,001) do sexo no GMD com superioridade das fêmeas (0,913 kg/dia) comparativamente aos machos (0,712 kg/dia). Também se observou efeito (p<0,001) da exploração na idade ao desmame, entre a exploração B (85,1 dias) comparativamente às restantes explorações (90 dias). A correlação positiva mais elevada (0,75) verificou-se entre o perímetro torácico e a idade dos vitelos.
Automatic feeding systems were first developed in the 1980s. European milk production registered an increased use of automatic milk feeders for calves over the years. This system allows to adjust the amount of milk to the calves ages, administered in small amounts resembling natural feeding. The objective of this study was to evaluate the growth of calves, and the parameters provided by the feeder. The practical component was performed in 5 farms of Entre Douro and Minho region, with automatic feeder, between January and May 2014. The procedure took place by collection of the thoracic perimeter (PT) in 384 calves, of which body weight was obtained by the formula Garcia et al. (2009). Data on the amount ingested, suction speed, frequency of visits, the interval between visits, time of visit, failures and age at weaning were collected through the automatic feeder. For the statistical analysis we used the Excel 2010 and SPSS for Windows version 22, having determined the effect of different parameters using the ANOVA model and mean comparison tests Tuckey, also a continuous basis by principal component analysis. The average weight of calves at the beginning of the lactation period was 57,8±3,6 kg and the amount of ingested milk replacer stood at 42,3±8,1 kg during lactation. This value was higher in dairy farms (47,2 kg) for the fattening farms (35,1 kg). There were significant differences (p <0.001) in the amount of milk consumed varying between 4,2 l and 4,9 l. The farm with higher frequency of visits (25,4±13,1 l) showed fewer failures (0,8±1,9) and higher suction speed (0,4±0,1 kg / min). The average weight of calves at weaning was 115,8±16,2 kg and was higher in dairy farms highlighting the C operation with 141,9 kg, compared to the fattening farm and with 98,8 kg. The average daily gain of the lactation period was 0,786±0,113 kg, with differences (p <0.001) among all holdings, varying between 663 g and 961 g/day. We found a sex effect (p>0.001) in the average daily gain which was greater for the females (0.913 kg/day) compared to the males (0.712 kg/day).It was also observed effect (p<0,001) of the farm at the age at weaning, between farm B (85,1 days) compared to other holdings (90 days). The highest positive correlation (0.75) was found between the thoracic perimeter and the age of the calves.
Description: Dissertação de Mestrado em Zootecnia, apresentada na Escola Superior Agrária de Ponte de Lima
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1444
Appears in Collections:CV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Susete_Paco_1847.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.