Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1484
Title: Inovação e empowerment em contexto educativo: contribuições de um programa integrado no currículo
Authors: Ferreira, Sheila Maria Pereira
Advisor: Faria, Carla Maria Gomes Marques de
Keywords: Programa de estratégias de estudo;Ensino básico;Inovação educacional;de programas;Study strategies;Thinking skills programs;Basic education;Educational innovation;Programs evaluation
Issue Date: 7-Oct-2011
Abstract: A Escola insere-se num mundo pós-moderno, de pressões, complexidades, exigências e incertezas. Do esforço de resolução destas exigências, emana o desafio da mudança e da inovação. Assim, as Escolas com condições de responder a tais desafios devem reunir características como flexibilidade, adaptabilidade, criatividade, colaboração, aperfeiçoamento e auto-análise (Rivas Navarro, 2000). Paralelamente, as exigências decorrentes da sociedade pós-moderna colocam igualmente desafios aos alunos, obrigando-os a desenvolver competências que os preparem para o sucesso e adaptação. Neste movimento de inovação, o papel da Escola e do Professor na educação dos alunos torna-se fundamental. Nas últimas décadas, temos assistido a uma passagem da valorização da aquisição de conteúdos para o desenvolvimento de competências de aprender a aprender. Mais recentemente, esta linha de trabalho assume uma nova abordagem cujo objectivo primordial é a formação de effective learners com características específicas como curiosidade, questionamento, resiliência, flexibilidade, imaginação, capacidade crítica, metódica e reflexiva, num espírito colaborativo mas, ao mesmo tempo, independente (Claxton, 2002). É neste contexto que se inscreve o Programa Aprender a Aprender.2011 desenhado no âmbito desta nova abordagem de empowerment, integrado no currículo uma vez que foi implementado na área curricular não disciplinar de Estudo Acompanhado e dirigido a alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico. Na avaliação do programa foram implicados 49 alunos de duas turmas do 7º ano de escolaridade de uma escola dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico com Ensino Secundário do norte de Portugal. Como instrumentos de avaliação utilizou-se Inventário de Estratégias de Estudo (Leal & Almeida, 1993), Listagem de causas de insucesso escolar, Avaliação do contributo do programa para a redução das causas do insucesso escolar e Ficha socio-demográfica e escolar. Os resultados da avaliação apontam para: (1) diferenças estatisticamente significativas entre o início e o fim do programa, quer em termos globais (t=2,439, gl=48, p=0,018), quer ao nível de estratégias de estudo específicas (Planeamento de actividades de estudo - t=2,728, gl=48, p=0,009); (2) diferenças estatisticamente significativas entre rapazes e raparigas em termos de estratégias específicas de estudo (Motivação - t=-1,005, gl=47, p=0,320; e Organização da informação - t=-0,546, gl=47, p=0,588); (3) diferenças estatisticamente significativas entre os alunos com e sem retenções em termos globais e específicos (IEE - t=2,319, gl=15, p=0,035; e Planificação de actividades de estudo - t=2,565, gl=15, p=0,020); (4) redução da principal causa de insucesso escolar identificada pelos alunos; e (5) 70% dos alunos considera que o programa contribuiu para a redução das causas de insucesso. Perante os resultados apresentados, parece-nos útil e pertinente a implementação de programas deste tipo, justificando plenamente o seu objectivo, isto é, capacitar e empoderar o aluno no sentido de progressivamente assumir o controlo sobre o que aprende, o modo como aprende e a finalidade com que aprende.
School is part of a post modern world with pressures and complexities, demands and uncertainties. The challenge of change and innovation emanates from the effort to deal with these demands. In order to deal with this demanding world, schools must meet characteristics such as flexibility, adaptability, creativity, collaboration, improvement and self-analysis (Rivas Navarro, 2000). In addition, the requirements arising from the post-modern society also pose challenges to the students, forcing them to develop skills that prepare them for success and adaptation. In this innovation movement the role of teachers and schools is essential. In recent decades we have seen a shift from the acquisition of content for the development of learning skills. More recently, this line of work takes on a new approach whose primary objective is the formation of effective learners with specific characteristics such as curiosity, questioning, resilience, flexibility, imagination and critical, methodical and reflective capacity, in a collaborative spirit but at the same time independent (Claxton, 2002). In this context emerged the Learning to Learn. 2011 program designed within the framework of this new approach to empowerment, integrated in the curriculum since it was implemented in Estudo Acompanhado, monitoring and guiding the students of the 3ºciclo do Ensino Básico (Year 7 to Year 9). The evaluation of the program involved 49 students from two classes of year 7 from a school of the north of Portugal. The instruments of evaluation used were Inventário de Estratégias de Estudo (Leal & Almeida, 1993), Listagem de causas de insucesso escolar, Avaliação do contributo do programa para a redução das causas do insucesso escolar e Ficha socio-demográfica e escolar. The results of the evaluation show : (1) statistically significant differences between the beginning and the end of the program, either in global terms (t=2.439, df=48, p=0.018), as in terms of specific study strategies (Planning study activities - t = 2.728, df = 48, p = 0.009), (2) statistically significant differences between boys and girls in terms of specific study strategies (Motivation - t = -1.005, df = 47, p = 0.320, and Information organization - t =- 0.546, df = 47, p = 0.588), (3) statistically significant differences between students with and without failure overall and specific (IEE score - t = 2.319, df = 15, p = 0.035, and Planning study activities - t = 2.565, df = 15, p = 0.020), (4) decrease of the main cause of failure identified by school students; and (5) 70% of students considered the program has contributed to reduce the causes of failure. Considering the results presented, the implementation of such programs seems useful and appropriate, fully justifying its purpose, that is, enable and empower the student in order to progressively take control over what he learns, how he learns and the purpose of learning.
Description: Dissertação de Mestrado em Inovação e Mudança Educacional apresentada na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1484
Appears in Collections:CE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sheila_Ferreira.pdf518.43 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.