Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1583
Title: Comunicar para aprender: a utilização da linguagem científica por alunos do 5º ano de escolaridade
Authors: Mendes, Virginie Rachel Fernandes
Advisor: Oliveira, Joana Maria Guimarães de
Neves, Maria Luísa Vieira das
Keywords: Comunicação;Linguagem comum;Linguagem científica;5º ano de escolaridade;Communication;Common language;Scientific language;5th grade
Issue Date: 8-May-2014
Abstract: A importância da comunicação e da linguagem para a aprendizagem dos alunos na área das Ciências Naturais é inegável e mostra-se crucial para o seu desenvolvimento intelectual e pessoal. A interação com alunos de uma turma do 5º ano de escolaridade no contexto educativo em que decorreu a PES II permitiu verificar um desinteresse generalizado pela disciplina associado a dificuldades relacionadas com a comunicação, pelo que foi considerado pertinente estudar a problemática da utilização da linguagem científica na comunicação oral e escrita dos alunos. O estudo enquadrou-se num paradigma construtivista, tendo-se optado por uma metodologia qualitativa, privilegiando-se como métodos de recolha de dados a observação participante, as notas de campo, a análise dos documentos produzidos pelos participantes, o questionário, o focus group e as gravações áudio e vídeo. Na planificação da intervenção pedagógica integraram-se cinco tarefas relacionadas com os conteúdos lecionados, que incorporavam as vertentes da expressão oral e escrita, necessárias para a investigação. A análise de dados evidenciou as dificuldades no recurso à linguagem científica. No que diz respeito à oralidade, o desempenho dos alunos não era satisfatório, pois, apesar de participarem ativamente, nem sempre compreendiam o objetivo das discussões e mostravam dificuldades em argumentar e em explicar o seu raciocínio aos colegas. No que concerne à escrita, as dificuldades prendiam-se sobretudo com a utilização de conectores de discurso diversificados, a seleção de verbos de ação adequados e a utilização dos termos científicos. A aposta na verbalização e na clarificação da linguagem científica, aparentemente, contribuiu para incrementar a capacidade de comunicação dos alunos, dado que nas últimas tarefas passaram a incorporar alguns termos científicos no seu discurso, demonstrando compreensão apesar de continuarem a privilegiar a utilização de linguagem comum.
The importance of communication and language for students learning in the area of Natural Sciences is undeniable and proves crucial to their intellectual and personal development. The interaction with students of a 5th grade class in the educational context in which PES II occurred has shown a general disinterest for the discipline combined with difficulties related to communication and was considered appropriate to study the issue of the use of scientific language in the students oral and written communication. The study was framed by a constructivist paradigm, following a qualitative methodology. Different data collection methods were used: participant observation, field notes, analysis of documents produced by the participants, the questionnaire, the focus group and audio and video recordings. Five tasks were integrated in the planning of the educational intervention, that were related to the pedagogical contents, and incorporate the aspects of oral and written expression, needed for the research. The data analysis revealed the difficulties in the use of scientific language. With respect to oral expression, the students performance wasn’t satisfactory, in the sense that, despite maintaining an active participation, they not always understood the purpose of the discussion and showed trouble to argue and explain their reasoning to colleagues. Regarding the writing, the difficulties were attached mainly to the use of diversified speech connectors, the selection of appropriate action verbs and the use of scientific terms. The focus on verbalization and clarifying the language used has, apparently, allowed to increase the student’s communication skills, since in the last tasks they began to incorporate some scientific terms in their speech, demonstrating understanding though always maintaining a common language.
Description: Relatório Final de Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Ensino do 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico apresentado na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1583
Appears in Collections:ESE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Virginie_Mendes.pdf3.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.