Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1821
Title: A relação entre a espiritualidade e as perturbações do humor em doentes com esclerose múltipla
Authors: Nascimento, Maria Filomena Soares de Azevedo
Advisor: Graça, Luís Carlos Carvalho da
Oliveira, José de Castro
Keywords: Esclerose múltipla;Espiritualidade;Cuidados paliativos;Coping;Perturbações do humor;Multiple sclerosis;Spirituality;Palliative care;Mood disorders
Issue Date: 23-Feb-2017
Abstract: A Esclerose Múltipla (EM), é uma doença crónica, incapacitante e imprevisível que origina problemas físicos, psíquicos e sociais, com impacto na vida dos doentes. As perturbações do humor surgem com frequência associadas à doença podendo a Espiritualidade constituir uma relevante estratégia de coping. O principal objetivo deste estudo é analisar a relação entre a Espiritualidade e as perturbações do humor em doentes com Esclerose Múltipla (EM). A amostra é composta por 161 doentes com esclerose múltipla, associados á Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla (SPEM), que depois de informados, se disponibilizaram a participar no estudo. O instrumento de colheita de dados selecionado foi o questionário, sendo constituído por três partes: 1) caracterização sociodemográfica e da situação clinica; 2) Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS) de Pais- Ribeiro, Honrado e Leal (2004); 3) Daily Spiritual Experience Scale (DSES) de Underwood e Teresi (2002), validada em Portugal como Escala de Experiência Espiritual Quotidiana por Taranu (2011). Os resultados indicam que a idade dos participantes varia entre os 22 e os 70 anos, sendo o grupo mais representado o que varia entre os 35 e os 44 anos (37,3%), seguido pelo grupo etário que varia entre os 45 e os 54 anos (23,6%). Dos participantes, 70,8% pertencem ao sexo masculino, 34,8% são especialistas das profissões intelectuais e Científicas, 19,3% pertence à categoria do pessoal administrativo e similares e 18,0% assumem-se como técnicos e profissionais de nível intermédio. Os resultados deste estudo demonstram ainda que 57% dos participantes assumem praticar algum culto ou prática religiosa. No que se refere à espiritualidade, na dimensão terrena, os scores variam entre 1 e 6, com média de 3,46±1,29 e mediana 3,5. Os scores da dimensão divina também variam entre 1 e 6, com média de 3,8±1,52 e mediana de 3,9. Quanto às perturbações do humor, 51,6% afirma já ter vivenciado episódios que envolvam ansiedade ou depressão ou stress. Por outro lado, 43,4% foram diagnosticados com mais que uma perturbação do humor em simultâneo. Os scores apurados pela EADS para a Ansiedade variam entre 0-20, com média de 5,81 ± 4,49 e mediana 5; para a Depressão os valores oscilam entre 0-20, com média de 5,82 ± 4,49 e de mediana 5, observando-se no stress um min de 0 e um max de 18, com média de 8,44 ± 4,61 e mediana de 8. Os resultados indiciam que a espiritualidade, a par da rede de suporte social, pode constituir uma importante estratégia de coping, devendo ser objeto de intervenção dos profissionais.
Multiple Sclerosis (MS) is a chronic, incapacitating and unpredictable disease that causes physical, psychological and social problems with an impact on the patient’s life. Mood disorders are often associated with illness and Spirituality can be a relevant coping strategy. The main objective of this study is to analyze the relationship between Spirituality and mood disorders in patients with Multiple Sclerosis (MS). The sample is composed of 161 patients with multiple sclerosis, associated to the Portuguese Society of Multiple Sclerosis (SPEM), who, after being informed, became available to participate in the study. The selected data collection instrument was the questionnaire, consisting of three parts: 1) sociodemographic characterization and the clinical situation; 2) Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS) of Pais-Ribeiro, Honrado e Leal (2004); 3) Daily Spiritual Experience Scale (DSES) by Underwood and Teresi (2002), validated in Portugal as Escala de Experiência Espiritual Quotidiana by Taranu (2011). The results indicate that the participants age ranges from 22 to 70 years, with the most represented group between 35 and 44 years (37.3%), followed by the age group between 45 and 54 years (23.6%). 70.8% of the participants are male, 34.8% are specialists in the intellectual and scientific professions, 19.3% belong to the administrative category, and 18.0% are technicians. The results of this study also show that 57% of the participants assume to practice some cult or religious practice. In the earthly dimension, scores range from 1 to 6, with a mean of 3.46 ± 1.29 and a median of 3.5. The scores of the divine dimension go from 1 to 6, with a mean of 3.8 ± 1.52. 51.6% said they had experienced episodes involving anxiety or depression or stress and 43.4% were diagnosed with more than one mood disorder simultaneously. The scores calculated by EADS for Anxiety are between 0-20, with a mean of 5.81 ± 4.49. For depression, the values ranged from 0-20, with a mean of 5.82 ± 4.49. For stress the values range from 0-18, with a mean of 8.44 ± 4, 61. The results indicate that spirituality, in association with the social support network, can be an important coping strategy and should be object of professional intervention.
Description: Dissertação de mestrado em Cuidados Paliativos apresentada na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1821
Appears in Collections:ENF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria_Nascimento.pdf3.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.