Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1982
Title: O Adolescente com asma brônquica e pais: avaliação de conhecimentos contributos para a melhoria da gestão dos cuidados de saúde
Authors: Félix, Maria de Lourdes Felizardo
Advisor: Morais, Maria Carminda Soares
Cerqueira, Maria Manuela Amorim
Keywords: Asma Brônquica;Conhecimentos dos adolescentes e pais;Bronchial asthma;Knowledge of adolescents and parents
Issue Date: 18-Dec-2017
Abstract: A asma, sendo uma doença crónica responsável por uma série de limitações, com consequência na vida quotidiana das pessoas, é suscetível de ser gerida de forma mais eficaz, designadamente através de um nível aprofundado de conhecimentos específicos. Estes aspetos devem constituir preocupação central dos profissionais de saúde, em particular quando atingem grupos vulneráveis como crianças e adolescentes. Assim, enquanto enfermeira numa consulta de pediatria de um hospital de agudos, decidimos estudar o nível de conhecimentos dos adolescentes com asma brônquica e pais, que frequentam esta consulta. Trata-se de um estudo quantitativo, do tipo descritivo transversal correlacional. A população é constituída por adolescentes, com asma brônquica, inscritos na consulta de Pediatria, de um hospital da região norte, com idades compreendidas entre 10 e 18 anos e os pais. A população ficou assim constituída por 92 adolescentes e 91 pais. A recolha de dados foi efetuada a partir do questionário “Asthma KnoWledge Questionnaire” (Ho et al., 2003), traduzido e validado para a população Portuguesa (Lopes, Delgado & Ferreira, 2004) e de um questionário para caraterização sociodemográfica/clinica, enviados por correio. Os resultados obtidos a partir da resposta de 42 de adolescentes e 41 pais revelam que a os primeiros são maioritariamente do sexo masculino (73,8%), com habilitações académicas entre o 1º e o 3º ciclo (71,4%), sendo a média de idades ± desvio padrão (DP) de 13,5 ± 2,4 anos. Responderam maioritariamente mães (82,9%), com escolaridade também entre o 1º e 3º ciclo e com a média de idades de 42,8 anos. No que concerne aos conhecimentos, a evidência produzida aponta para congruência entre pais e filhos, em termos de nível e grupos de respostas mais e menos conseguidas. No âmbito do primeiro grupo constam os sintomas de crise, fatores desencadeantes, tratamento e evolução da doença e do segundo o conceito de alergénio e do mecanismo de ação do broncodilatador. Não se verificaram relações estatisticamente significativas entre os conhecimentos e a idade, o sexo, a escolaridade, quer de pais, quer de filhos. Também não foram encontradas relações estatisticamente significativas entre conhecimentos e o recurso aos serviços de urgência. Conclui-se que o nível de conhecimentos é diminuto, desafiando os profissionais de saúde a recorrer a novas estratégias promotoras da capacitação de pais e adolescentes na gestão efetiva desta patologia
Asthma is a chronic disease that is responsible for a number of limitations, with consequences in people's daily lives, it can be managed more effectively, in particular through an in-depth level of specific knowledge. These aspects should be a central concern of health professionals, particularly when reaching vulnerable groups such as children and adolescents. Thus, as a nurse at a pediatric clinic of an acute hospital, we decided to study the level of knowledge of adolescents with bronchial asthma and parents who attend this consultation. This is a quantitative study, of the cross-sectional descriptive type. The population consists of adolescents, with bronchial asthma, enrolled in the pediatrics clinic, from a northern region hospital, aged between 10 and 18 years and parents. The population was therefore made up of 92 adolescents and 91 parents. Data were collected from the Asthma KnoWledge Questionnaire (Ho et al., 2003), translated and validated for the Portuguese population (Lopes, Delgado & Ferreira, 2004) and a questionnaire for sociodemographic / clinical characterization, sent by mail. The results obtained from the response of 42 adolescents and 41 parents revealed that the first ones are mainly males (73.8%), with academic qualifications between the 1st and 3rd cycle (71.4%), mean age ± standard deviation (SD) of 13.5 years ± 2.4 years. The parents are predominantly female (82.9%), with schooling also between the 1st and 3rd cycle and the mean age of 42.8 years. With regard to knowledge, the evidence produced points to congruence between parents and children, in terms of level and groups of responses more and less achieved. The first group includes the symptoms of crisis, triggering factors, treatment and evolution of the disease and the second the concept of allergen and the mechanism of action of the bronchodilator. There were no statistically significant relationships between knowledge and age, sex, schooling, neither in parents nor children. There were also no statistically significant relationships between knowledge and the use of emergency services. It is concluded that the level of knowledge is low, challenging health professionals to resort to new strategies that promote the training of parents and adolescents in the effective management of this pathology.
Description: Dissertação de mestrado em Gestão das Organizações: Ramo de Gestão de Unidades de Saúde (parceria com a APNOR) apresentada na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1982
Appears in Collections:ENF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lourdes_Felix.pdf3.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.