Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2145
Title: Caracterização dos guias de rafting em Portugal
Authors: Faria, João Paulo Araújo
Advisor: Brandão, António João Mendes de Jesus
Keywords: Desporto Natureza, Rafting, Guias de Rafting, Caracterização
Issue Date: 17-Dec-2018
Abstract: Desporto já não se define somente como competição, rendimento e resultados. Cada vez mais se define como lazer, desafio e superação; sendo nesta última definição onde se enquadra o Desporto de Natureza com um crescimento exponencial na nossa sociedade. Uma das atividades com grande crescimento em todo o mundo, inserida no Desporto de Natureza, é o Rafting, o qual tem demonstrado grande expressividade em países como América do sul, Austrália, Nova Zelândia e África. Em Portugal o rafting seguiu a mesma tendência de crescimento inferindo representatividade nos Desportos de Natureza desde que nos anos 90 se realizou a primeira descida de rafting. Nesta atividade, bem como em muitas outras, a competência, versatilidade e dinamismo do guia são fulcrais para o seu êxito. Neste seguimento, existe uma instituição internacional que certifica guias de rafting numa tentativa de uniformizar conhecimentos. Apesar de sedimentada em Portugal desde os anos 90 é escasso o enquadramento legal da atividade assim como de quem a enquadra enquanto guia. A caracterização antropométrica, social e comportamental dos guias de rafting que trabalham nos rios de Portugal é o objetivo primordial neste nosso trabalho. Estudo observacional descritivo, com recolha de dados através de inquérito, medições objectivas e provas de competência física e técnica. A amostra (N=30) é constituída por guias de rafting com uma idade média de 33,93 + 10,74 anos e um peso e altura media situados nos 78.3 kg e 177.5 cm respectivamente. As avaliações consistiram num questionário estruturado, com dados sociodemográficos (sexo, idade, escolaridade), avaliação comportamental (AF, consumo de frutas/vegetais, consumo de tabaco e álcool), medições objetivas (peso, estatura, IMC, percentagem de massa gorda, quantidade de massa muscular e pressão manual). Apenas uma subamostra de quinze guias realizaram provas de aptidão física, técnica e medições objectivas. Apesar da formação académica e hábitos comportamentais relativamente bons, os guias devem aprimorar a performance física e técnica para prestar um melhor serviço, em segurança, tanto para eles como para os seus clientes .
Sport is no longer defined as competition, performance and achievement. More and more it is defined as leisure, challenge and exceedance and is in this last definition where the Sports of Nature are standing with an exponential growth in our society. One of the activities with greatest growth worldwide as Sport of Nature is River Rafting which has gained great expressiveness in countries such as South America, Australia, New Zealand and Africa. Portugal is no exception and since the 90s when the first rafting descent took place, this activity has gathered more fans and more visibility in Sports of Nature in Portugal. In this activity, as well as in many others of this kind, the guides’ expertise, versatility and dynamism are central to its success. Following this, there is an international institution which certifies rafting guides in an attempt to standardize knowledge. Although settled in Portugal since the 90s the legal framework of the activity is scarce as well as those who fit is this category as guides.The anthropometric, social and behavioral characterization of rafting guides who work in the rivers of Portugal is the primary objective in our work. It is a descriptive observational study which has used the survey as main tool for data collection, objective measurements and evidence of physical and technical competence. The sample (N = 30) consists of rafting guides with an average age of 33.93 + 10.74 years old and average weight and height located at 78.3 kg and 177.5 cm, respectively. The evaluations consisted of a structured questionnaire with social-demographic data (gender, age, education), behavioral assessment (AF, consumption of fruits / vegetables, tobacco and alcohol), objective measurements (weight, height, BMI, percentage of body fat, Only a subsample of fifteen guides performed physical, technical, and objective measurements. Despite the relatively good academic and behavioral habits, the guides should improve their physical performance and technique to provide better and safer service for themselves and for their customers.
Description: Dissertação de Mestrado em Desporto Natureza apresentado na Escola Superior de Desporto e Lazer do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2145
Appears in Collections:DESP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
João_Faria.pdf823.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.