Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2246
Title: Efeito de corretivos orgânicos de resíduos vinícolas e biochar, com diferentes tempos de compostagem, na cultura de alface
Authors: Silva, Simão Pedro Alves da
Advisor: Brito, Luís Miguel Cortêz Mesquita de
Pinto, Rui Manuel Machado
Keywords: Azoto;Engaços;Fitotoxicidade;Lamas;Maturação dos compostados.;Grape stalks;Compost maturation;Nitrogen;Phytotoxicity;Sludge
Issue Date: 9-Oct-2019
Abstract: Existem diversos resíduos orgânicos produzidos na indústria vinícola que podem ser reutilizados como corretivos orgânicos do solo, caso o seu tratamento seja devidamente realizado, contribuindo, assim, para a economia circular. Nesse sentido, este estudo teve como objetivo avaliar o efeito de compostados produzidos com diferentes proporções, entre lamas das águas residuais da vinicultura e engaços de uva (1:1 e 1:1,5 p:p), em ambos os casos com e sem biochar, e do tempo de compostagem dos mesmos, na cultura de alface em vasos. O peso das folhas e das raízes, e o teor de nutrientes das alfaces, foram avaliados em três experiências que diferiram apenas no tempo de compostagem (6, 12 e 18 semanas) dos compostados utilizados, e que foram constituídas por quatro blocos casualizados com doses crescentes (0, 20 e 40 t ha-1) de cada compostado. O peso fresco da alface aumentou significativamente com o aumento da dose de compostado, quando se considerou a média de todos os compostados e experiências, provavelmente em consequência da disponibilização de azoto e outros nutrientes dos compostados, para além da possível melhoria da fertilidade física do solo, e diminuiu para os compostados com biochar. No entanto, o mesmo aumento de produção com a dose de compostado não foi evidente para os compostados com biochar ou maior teor de engaços, quando se consideraram apenas os compostados menos maturados (com 6 semanas de compostagem). Recomenda-se, para a horticultura, que a compostagem destes resíduos decorra por um período mínimo de 12 semanas, para garantir que os compostados fiquem relativamente bem estabilizados, sem fitotoxicidade ou capacidade para imobilizar azoto do solo, e que se utilizem mais lamas em peso do que engaços, para aumentar a disponibilidade de nutrientes.
There are several organic residues produced in the wine industry that can be recycled as soil organic amendments, after composting treatment, and so contributing to a circular economy. In this sense, this study aimed to evaluate the effect of composts produced with different proportions, between sludge from viniculture wastewater and grape stalks (1:1 and 1:1.5, w:w), in both cases with and without biochar, and their composting time, in pot lettuces. Leaf and root weight and lettuce nutrient content were evaluated in three experiments that differed only in the composting time (6, 12 and 18 weeks) of the composts and consisted of four randomized blocks with different rates (0, 20 and 40 t ha-1) of each compost. Fresh lettuce weight increased significantly with increasing compost rate when the average of all compost and experiments was considered, probably as a result of the availability of nitrogen and other compost nutrients, in addition to the possible improvement of soil physical fertility, and decreased for biochar compost. However, the same yield increase with the compost rate was not clear for composts with higher biochar or yeast contents when only the less matured compost (with 6 weeks compost) was considered. It is recommended for horticulture that composting of these winery residues should be carried out for a minimum of 12 weeks to ensure that composts is relatively well stabilized, without phytotoxicity or ability to immobilize soil nitrogen and that more sludge is used by weight than stalks to increase nutrient availability.
Description: Dissertação de Mestrado em Agricultura Biológica apresentada na Escola Superior Agrária de Ponte de Lima
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2246
Appears in Collections:ESA - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Silva_Simao_14075.pdf619.1 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.