Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2439
Title: A pessoa na consulta de cessação tabágica: papel do enfermeiro de reabilitação
Authors: Albuquerque, Maria Luísa Oliveira Martins
Advisor: Soares, Maria de La Salete Rodrigues
Keywords: Enfermagem de reabilitação;Abandono do uso do tabaco;Dispneia;Atividade motora;Rehabilitation nursing;Smoking cessation;Dyspnea;Motor activity
Issue Date: 1-Jul-2020
Abstract: Introdução: O tabagismo é um problema de saúde pública, a nível nacional e internacional, com altas taxas de mortalidade decorrentes das doenças relacionadas com o consumo de tabaco, nomeadamente, doenças respiratórias crónicas, neoplasias, transtornos de ansiedade e depressão. Na abordagem à pessoa fumadora, há necessidade de identificar os anos de consumo do tabaco, as comorbilidades, hábitos de prática de atividade física, número de cigarros que fuma, a gravidade da dependência de nicotina e a motivação para deixar de fumar, sendo que o plano de enfermagem de reabilitação visa atuar sobre estas variáveis influenciando o êxito para a pessoa cessar de fumar. Objetivos: Avaliar os efeitos de um programa de intervenção em enfermagem de reabilitação respiratória, na pessoa fumadora a frequentar uma consulta de cessação tabágica. Método: Estudo quantitativo, quase-experimental, de grupo único. A amostra é constituída por 30 pessoas a frequentar a consulta de cessação tabágica. Instrumentos de colheita de dados: atitudes terapêuticas e intervenções de enfermagem e o uso de escalas: Borg, HADS, Fagerstrӧm e Richmond. O programa foi efetuado em duas consultas presenciais e uma terceira consulta de reforço, por telefone. Na análise inferencial recorremos ao teste de McNemar e ao teste t de Student e, para a análise da consistência interna das escalas ao alfa de Cronbach. Resultados: A maioria das pessoas fumadoras do estudo, tinham idades compreendidas entre os 18 e os 77 anos, eram do sexo masculino, fumavam em média há cerca de 36 anos, tinham expetoração (86,7%), dificuldade em expelir essas secreções (86,7%) e 60,0% referiu não ter conhecimentos dos malefícios do tabaco. Os antecedentes patológicos com maior prevalência foram: doenças respiratórias, como a DPOC e asma (67,9%), depressão, ansiedade e carcinoma (14,3% cada). As hipóteses relativas ao aumento da prática de exercício físico, diminuição da: dispneia, número de cigarros, ansiedade, depressão e dependência da nicotina, foram confirmadas. A hipótese relacionada com a motivação para deixar de fumar não foi confirmada. Conclusão: A implementação do Programa de Reabilitação Respiratória, pelo Enfermeiro de Reabilitação, à pessoa na consulta de cessação tabágica, revelou benefícios baseados nos problemas reais e potenciais das pessoas fumadoras, trazendo assim ganhos em saúde.
Introduction: Smoking is a public health problem, both nationally and internationally, with high mortality rates from tobacco-related diseases, including chronic respiratory diseases, neoplasms, anxiety disorders and depression. In the approach to the smoking person, there is a need to identify the number of years of tobacco consumption, comorbidities, physical activity habits, number of cigarettes smoked, the seriousness of nicotine dependence and the motivation to quit smoking. Objectives: To evaluate the effects of a respiratory rehabilitation nursing intervention program on the person attending a smoking cessation appointment. Method: Quantitative, quasi-experimental and single group study. The sample consisted of 30 people from the smoking cessation consultation. Data collection instruments: therapeutic attitudes and nursing interventions and the use of scales like: Borg, HADS, Fagerstrӧm and Richmond. The program was carried out in two face-to-face consultations and a third back-up consultation by telephone. In the inferential analysis we used NcMemar test and Student's t-test and, for analysis of the internal consistency of the scales Cronbach's alpha. Results: Most smokers in the study were between 18 and 77 years old, male, had smoked on average for about 36 years, had sputum (86,7%), had difficulty in expelling these secretions (86,7%), and 60,0% reported having no knowledge of the harmful effects of tobacco. The most prevalent pathological antecedents were respiratory diseases like DPOC and asthma (67,9%), 14,3% depression, anxiety, and carcinoma. The hypotheses regarding: increased exercise, decreased dyspnea, number of cigarettes, anxiety, depression, and nicotine dependence, were confirmed. The hypothesis of motivation to quit smoking has not been confirmed. Conclusion: The implementation of the Respiratory Rehabilitation Program, by the Rehabilitation Nurse, to the person, during the smoking cessation consultation, revealed benefits based on the actual and potential problems of smoking people, what resulted in health gains.
Description: Dissertação de Mestrado em Enfermagem de Reabilitação apresentada na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2439
Appears in Collections:ESS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria_Albuquerque.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.