Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1359
Título: Potencial da ressuscitação cardiopulmonar assistida por ECMO na emergência pré-hospitalar
Autores: Graça, Luís Carlos Carvalho
Branco, Mário Rui Correia
Palavras-chave: Oxigenação por membrana extracorporal
Ressuscitação cardiopulmonar
Paragem cardíaca
Extracorporeal membrane oxygenation
Cardiopulmonary resuscitacion
Cardiac arrest
Data: 17-Jul-2015
Resumo: São inúmeros os doentes que sofrem paragem cardiorrespiratória (PCR) no extra-hospitalar e não recuperam sinais de circulação espontânea com as manobras de reanimação convencionais. A utilização da Extracorporeal Membrane Oxygenation Veno-Arterial (ECMO-VA) na paragem cardiorrespiratória, também chamada Extracorporeal Cardiopulmonary Resuscitation (ECPR), tem vindo a mostrar-se como uma boa técnica nas paragens cardiorrespiratórias refratárias face às manobras de reanimação convencionais. Este estudo tem como objetivo analisar o perfil de PCR e quantificar os potenciais candidatos a ECPR, nos doentes que sofreram PCR extrahospitalar na região do grande Porto. O estudo consiste na análise retrospetiva, através das fichas de saída das VMER da área do grande Porto, de doentes que sofreram paragem cardiorrespiratória nos meses de Março, Abril, Julho, Agosto, Novembro e Dezembro de 2013. Foram analisados 155 doentes durante este período. Verificou-se que 37 (23,9%) recuperaram sinais de circulação espontânea com as manobras convencionais de reanimação e, que destes, 18 (48,7%) tiveram sobrevida às 24 horas após a PCR. Dos restantes 118 doentes, 9 (7,6%) tinham os critérios para ECPR, com idades a variar entre 30 e 62 anos e com uma média de idade de 53 ± 10,223 anos. Com este estudo concluiu-se que, da análise das paragens cardiorrespiratórias atendidas pelas equipas de emergência nos 6 meses referidos, 9 doentes poderiam ser submetidos a ECPR potencialmente melhorando a sua sobrevida com boa qualidade neurológica.
Many patients suffer out of hospital cardiac arrest and do not respond to standard cardiopulmonary resuscitation. The use of Veno-Arterial Extracorporeal Membrane Oxygenation (VA-ECMO) in cardiac arrest situations, so called Extracorporeal Cardiopulmonary Resuscitation (ECPR) is having increased interest in refractory cardiac arrests when compared to standard cardiopulmonary resuscitation. This study consists in analysing the patients with out of hospital cardiac arrest treated by the Emergency Medical Team in the city of Oporto and to quantify the potencial candidates to ECPR. The essay consist in studying the out of hospital cardiac arrest treated by the Emergency Medical Team in the city of Oporto that occurded in March, April, July, August, November and December of 2013. There were 155 patients reviewed in this period. 37 (23,9%) recovered spontaneus circulation with standard cardiopulmonary resuscitation, and from those 18 were still alive 24 hours after the cardiac arrest. From the remaining 118 patients, 9 fulfilled conditions to initiate ECPR, with ages between 30 and 62 years old, and mean age of 53 ± 10,223 years old. With this study concluded that analysing six months of out of hospital cardiac arrests treated by the Emergency Medical Team, 9 patients could have benefited in starting ECPR, potencial giving them higher possibilitys in surviving with better neurologic quality.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Enfermagem Médico-Cirúrgica apresentada na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1359
Aparece nas colecções:ESS - Dissertações de mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mario_Branco.pdf3.64 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.