Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2062
Title: Artes, tradições e educação em Cabo Verde: Mandingas do Mindelo - estórias da história
Authors: Neves, Maria dos Anjos
Advisor: Correia, Anabela da Silva Moura
Keywords: Antropologia;Mandinga;Educação artística;Cabo Verde;Anthropology;Mandinga;Artistic education;Cape Verde
Issue Date: 19-Mar-2018
Abstract: A manifestação tradicional dos Mandinga de Carnaval de S. Vicente tem vindo a ganhar maior visibilidade e atenção por parte da população em geral e especificamente pelos habitantes da ilha de S. Vicente, pelo seu contributo para a grande riqueza e para a singularidade do complexo cultural cabo-verdiano. Com as finalidades de investigar as suas origens e refletir sobre a promoção da identidade e história local recorreu-se ao método etnográfico, tendo a observação e entrevistas contribuído para melhor conhecer e compreender esta tradição muito viva, cujos saberes ainda estão na memória de muitos. A revisão de literatura enriquecida com as técnicas de observação, fotografia, vídeo e entrevista, realizadas pela investigadora, permitiram afirmar que a tradição atual apresenta características diferentes do passado, e que o seu estatuto tem vindo a melhorar em termos de aceitação social e símbolo de identidade e entendida como uma mais-valia para a economia local. A observação foi considerada uma técnica fundamental, utilizada nas visitas regulares às zonas da Ribeira Bote, Ribeirinha, Espia, Fonte Filipe, Pedreira e Fernando Pau. Aí se recolheram dados relacionados com as perceções dos responsáveis Mandingas das comunidades e investigadores, tais como Gabriel Moacyr Rodrigues, professores e encarregados de educação, numa perspetiva antropológica e artística. O sucesso da recolha etnográfica deveu-se ao bom relacionamento entre informantes e investigadora. A partir da análise do contexto de vida do quotidiano das atividades na escola e nas entrevistas com os presidentes dos grupos das diversas zonas, foi possível perceber os modos peculiares pelos quais as tradições são passadas de geração em geração e assim refletir sobre as implicações dos diferentes modos de aprender que ajudam a pensar na relação que deve existir entre educação e cultura. Neste estudo definiram-se alguns conceitos chave e refletiu-se sobre algumas perspetivas teóricas sobre educação patrimonial e ensino da arte especificamente no contexto de Cabo Verde, de forma a ampliar a contribuição positiva que o estudo e promoção de manifestações patrimoniais no âmbito do Ensino Básico, proporcionando às crianças vivências afetivas de interação, comunicação, que permitam desenvolver a inovação, criatividade e celebração do património cultural. Verificou-se que os professores não valorizam o seu património local, regional, nacional e que é necessário criar recursos educativos que os ajudem a promover a sua herança cultural. Conclui-se que a promoção de valores culturais se deve construir no dia-a-dia, envolvendo um conjunto amplo de aspetos e iniciativas, como a organização curricular, as metodologias de ensino, a cultura escolar de cada instituição, o modelo de participação das crianças e encarregados de educação na vida escolar, uma formação contínua dos professores que envolverá um necessário aprofundar de conhecimentos e compreensão de manifestações tradicionais como é o caso de Mandinga e o envolvimento da autarquia na criação de equipamentos culturais que promovam esta e outras manifestações culturais. Outra das conclusões foi que num mundo em constante transformação, torna-se uma necessidade imperiosa a implementação de iniciativas/ dinâmicas culturais e educativas, devendo os professores e autarcas ter um papel importante, porque através de educação artística é possível fazer da cultura algo forte que possibilite às gerações presentes o conhecimento e valorização da cultura das suas raízes. Desta forma, acreditamos que este estudo trouxe importantes contributos, uma vez que os resultados apontados procuram alertar para a necessidade de canalizar e utilizar todos os apoios disponíveis para o incremento desta e outras atividades que constituem expressões de inegável cunho de identidade, desde a educação patrimonial nas escolas, até à seleção de investimentos que possam ajudar a promover estas iniciativas e a alertar para o facto que a preservação da identidade cultural não é apenas uma obrigação geracional, mas pode também ser uma atividade económica de qualidade e geradora de emprego.
The traditional parade of the S. Vicente’s Carnival, namely the Mandingas, has been calling for more attention from the population in general. Specifically, by the inhabitants of the island of S. Vicente, due to its contribution for the richness and the singularity, namely Cape Verdean’s cultural heritage. Therefore, researching on its origin and reflecting on the promotion of the identity and local history, and within the qualitative research methodology, we used the ethnographic method. This took place using observation and interviews, which contributed for a better knowledge and comprehension of this live tradition, and whose expertise is still in the memory of many people. The literature review was enriched with observation techniques conducted by the researcher, such as photography, video and interview, allowing the statement that the current tradition shows clear evidence of different characteristics from the past. Moreover, its status has been improving not only in terms of social acceptation and as a symbol of identity, but also as a benefit for the local economy. The observation method was a fundamental technic, used in regular visits to some areas. Data were collected from the Mandingas leaders of those communities and researchers, such as Gabriel Moacyr Rodrigues, as well as teachers, students and tutors. In other words, the observation method followed both anthropologic and artistic perspectives. The well-succeeded ethnologic data collection also resulted from the good relationship between the informants and the researcher. From the analysis of the daily life context of school activities and the interviews as well with the groups leaders of several areas, it was possible to recognise the peculiar ways for the transmission of the traditions from generation to generation. Thus, reflections on the implications of the different ways of learning which help think in the relation that should exist between education and culture. In the scope of Cape Verde related studies, this research project had defined some key concepts, from which were reflected on some theoretical perspectives. Focusing on property education and the teaching of arts, this study was conducted in order to enlarge the positive contribution of the study, and the promotion of patrimonial demonstrations in the scope of the elementary school. Children’s emotional experiences of interaction, communication allows the development of innovation, creativity and celebration of cultural heritage. Since, teachers do not value their local, regional and national heritage properly, so it is necessary to create educational resources that help them to promote their cultural heritage. To conclude, the promotion of cultural values must be constructed daily. Tackling a wide set of aspects and initiatives, such as curricular re-organization, teaching methodologies, and the mind set changing of each institution. This will contribute to create a solid cultural promotion strategy, merging down the model of participation of children and tutors in school life, together with a continuous training of teachers and the engagement of the municipality role. Secondly, this study achieved the conclusion that in a world of constant transformation, there is a pressing need for the implementation of cultural and educational initiatives/dynamics. Through the artistic education and cultural empowerment, teachers and city councillors must play a major role. This will allow the present generations the knowledge and valorisation awareness of their cultural roots. We do believe that this study brought relevant contributions, since the showed results try to call the need of converging and using the available supports to increase this and other activities. They constitute expressions of undeniable identity blueprint, since the property education in schools, until the selection of investments that may help the promotion of these initiatives and alert for the fact that the preservation of cultural identity is not only a generational duty, but also an economic activity of quality and a job generator.
Description: Dissertação de Mestrado em Educação Artística apresentada na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2062
Appears in Collections:AE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria_Neves.pdf9.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.