Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2150
Title: Aprender matemática fora da sala de aula: uma experiência com uma turma do 3.º ano de escolaridade
Authors: Fernandes, Ana Catarina Pereira
Advisor: Fonseca, Lina Maria Dias da
Keywords: Atitudes;Aprendizagem formal e não formal;Matemática fora da sala de aula;Comunicação;Attitudes;Formal and informal learning;Maths outside the classroom;Communication
Issue Date: 8-Feb-2019
Abstract: O presente relatório foi desenvolvido no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. Este integra uma caracterização e reflexão resultantes dos contactos em cada um dos contextos educativos frequentados, nomeadamente o Pré-Escolar e o 1.º Ciclo do Ensino Básico. Foi neste último que se desenvolveu o projeto de investigação. O projeto de investigação, centrado na área da matemática, realizou-se numa escola do distrito de Viana do Castelo, com uma turma de 14 alunos do 3.º ano de escolaridade. A escolha do tema a investigar partiu da falta de motivação e dificuldades dos alunos relativos a esta área curricular. O estudo teve como principal objetivo perceber que contributo as atividades fora da sala de aula trazem para o envolvimento e motivação dos alunos e como é que favorecem a construção e o desenvolvimento da comunicação matemática. Como forma de o orientar, foram delineadas duas questões de investigação: 1) Como é que a aprendizagem fora da sala de aula favorece a construção e o desenvolvimento da comunicação matemática?; 2) Que atitudes manifestam os alunos na realização das tarefas fora da sala de aula? Face ao problema e questões de estudo, optou-se por realizar o estudo no âmbito do paradigma interpretativo, seguindo uma metodologia de cariz qualitativo. O desenho adotado nesta investigação foi o de estudo de caso, sendo o caso a turma. Os dados foram recolhidos através de observações, produções escritas, registos audiovisuais (vídeo e fotografia) e questionários. A análise dos resultados permitiu verificar a manifestação de atitudes positivas, como a motivação, o envolvimento e a persistência face à matemática. Para além disso, apontam para uma melhoria de diferentes capacidades dos alunos, tais como a comunicação e a identificação e aplicação de estratégias. Entende-se, assim, que a promoção de atividades fora da sala de aula permitem aos alunos melhorar a comunicação matemática e, quando são articuladas com o trabalho em sala de aula, podem favorecer uma maior motivação e empenho nos alunos face à matemática.
The present report was developed in the master’s degree in Pre-School and Primary School Education of the school of Education of the Polytech inc Institute in Viana do Castelo. It integrates a full description and reflection as a result of the practice in some educational contexts that I have atented, such as, Kindergarten and Primary School. The research project was developed in the Primary School. The main focus of this research project was mathematics. It took place at a school in the district of Viana do Castelo and was realized with a group of 14 students who were doing their third grade. This theme was chosen because nowadays many students don’t feel motivated to do mathematics and reveal being uncomfortable about it. There are still many difficulties inherent to this subject. Therefore the main goal of this study is to understand how students may learn maths outside the classroom as a way of motivation and improving their knowledge. To achieve this purpose two questions were formulated: 1) How learning outside the classroom favors the construction and the development of mathematical communication; 2) What attitudes students revealed when they were doing those tasks outside the classroom?. To solve the problem and to answer these questions I decided to carry out this study within the scope of the interpretative paradigm, flowing a qualitative methodology in the form of a ase study, the case was all the class. Date was gathered through observations, task resolutions audiovisual records (video and photography) and inquiries. The date analysis showed an increase in students positive attitudes like motivation, involvement and persistence about maths. Furthermore, it show ed an important improvement in different capacities of the students, such as communication and also identification and correct application of strategies. To conclude, we may refer that promoting outdoor activities will let students improve their capacities: reasoning, creativity, mathematical communication and when they are connected with work in the classroom, they might make the students much more motived and dedicated.
Description: Relatório Final de Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico apresentado na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2150
Appears in Collections:FPEB - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana_Fernandes.pdf6.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.