Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2933
Título: Literacia em saúde e o autocuidado e autocontrolo no idoso com diabetes tipo 2
Autores: Castro, Maria Edite Rua
Soares, Salete
Palavras-chave: Literacia em saúde
Autocuidado
Diabetes mellitus
Autocontrolo
Doença crónica
Data: Jun-2020
Citação: Castro, M. E. R., & Soares, M. S. R. (2020). Literacia em saúde e o autocuidado e autocontrolo no idoso com diabetes tipo 2 Investigacion en. Enfermería, 22. https://revistas.javeriana.edu.co/index.php/imagenydesarrollo/article/view/26536%0Ahttp://fi-admin.bvsalud.org/document/view/gy8u5
Resumo: Introdução. A diabetes como doença crónica, representa um grave problema de saúde pública a nível mundial, pela sua incidência, e pela elevada taxa de morbilidade e mortalidade com fortes repercussões na vida das pessoas. Objetivo. Conhecer efeito de programa de educação para a saúde sobre o conhecimento da diabetes, capacitação para o autocuidado e literacia em saúde no idoso diabético. Método. Estudo quasi-experimental de grupo único, com amostra de 40 participantes diabéticos tipo 2, com 65 ou mais anos de idade, autónomos. Instrumentos: Questionário Sociodemográfico e Clínico; Questionário de Avaliação de Conhecimentos (DKQ-24) (α = 0,83); Escala Atividades de Autocuidado com a Diabetes (α = 0,62); Questionário Literacia Newest Vital Sign (α = 0,76). Realizou-se uma análise estatística descritiva e inferencial. Resultados. Diferenças estatisticamente signicativas no conhecimento sobre diabetes entre o 1º e 2º momento de avaliação. Nas atividades de autocuidado com a diabetes encontramos diferenças estatisticamente signicativas nas atividades Alimentação, Alimentação Específica e Cuidados com os Pés. A literacia em saúde, na 1ª avaliação, situou-se a um nível de alta probabilidade de literacia limitada e após intervenção evoluiu positivamente, demonstrando um aumento do nível de literacia. Conclusão. Este estudo comprovou a importância dos programas de educação para a saúde como uma ferramenta potente para a capacitação da pessoa diabética. Verificou-se que o nível de conhecimentos sobre a doença na pessoa diabética tipo 2 com mais de 65 anos aumentou de forma signicativa, e interferiu positivamente na capacitação do diabético idoso para a gestão das atividades de autocuidado aumentando o nível de literacia em saúde.
URI: http://hdl.handle.net/20.500.11960/2933
ISSN: 0124-2059
Aparece nas colecções:ESS - Artigos indexados a outros indexadores



Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.